20081201
3 Pensadores

S.O.S SC - SOCORRAM O PLANETA!

segunda-feira, dezembro 01, 2008
Os Antigos Egípcios tinham no Rio Nilo um grande provedor: em suas cheias, que ocorrem entre junho e setembro, o Povo Hamítico sustentava sua agricultura através de potentes mecanismos de irrigação sem nenhum entrave, com construções que direcionavam o transbordo de água e até mediam o nível do rio. E olhem que nessa época o Rio Nilo era bem mais largo! Os Fenícios tinham no mar um facilitador do seu comércio, que era bem desenvolvido, já que o solo desta área – atual Líbano – era impróprio para agricultura. Os habitantes da antiga Jerusalém consideravam os montes em volta da cidade uma proteção contra o inimigo! Os índios Astecas consideravam o Sol como divino e erguiam templos e sacrificavam vidas para que pudessem tê-lo a cada dia! Os índios Tupi-guaranis tiravam seu sustento da Mata Atlântica, ainda intacta até a chegada do homem branco. As chuvas eram sinal de prosperidade para os Hebreus, que também sabiam lidar muito bem com as águas do Rio Jordão.

Bem, caro leitor, parece que as civilizações antigas detinham um pacto de paz com a Mãe Natureza e sobreviviam dela sem a incomodar, numa sublime relação simbiótica, porém o homem moderno cismou de querer encrenca com a Dona Natura, parasitando-a, degradando-a, passando por cima de suas leis, enfim, impondo sua bandeira de predador! Mas, a Grande Mãe não leva desaforo p’ra casa e resolveu dar umas broncas neste Homo que se acha “sapiens”! O homem agora tem medo da Mãe Natureza! Os rios, antigos provedores de água para agricultura são os atuais causadores de enchentes. O mar, antes facilitador do comércio e das grandes expedições, hoje, é o vilão que vai destruir cidades com seus “Tsunamis” depois que as geleiras polares derreterem. O sol, tão divinizado, agora é o causador do câncer de pele! E o homem, com sua tecnologia e ciência tão desenvolvidos, porém tão atrasado socialmente, não pode dar conta de enfrentar as leis naturais de seu próprio planeta!
 

E apareceu na televisão! Um sujeito especialista explicou que o Efeito Estufa que assola nossa casa vem aumentando a quantidade de chuvas no cerco das cidades catarinenses. Daí, a chuva que desce morro abaixo leva sedimentos e muita água! Antigamente, quando só existia ali a natureza, essas tais águas, que não eram tantas, encontravam o rio e o rio se encarregava de levar até o mar. Hoje, as águas encontram um asfalto no meio do caminho! E uma cidade! Que não foi planejada para tanta chuva! E o desmatamento? A floresta protege o solo e evita que as águas levem uma enorme quantidade de areia para os rios empobrecendo o solo e diminuindo os leitos desses rios! Santa Catarina foi o estado campeão em destruição da Mata Atlântica – segundo o Blog do Planeta! E sofre Itajaí! E sofre Blumenau! E morre o povo catarinense!

E o Estado? Ah, o Estado... os administradores públicos jogaram a culpa na chuva e negaram que poderiam prever a catástrofe, porém sabiam que desde 1983 aconteciam essas coisas, no entanto, como sempre, não deram nenhum cartaz para o problema e não investiram nada em soluções preventivas! Os povos antigos sabiam como aproveitar as estruturas naturalmente disponíveis para edificar suas cidades, assim, assinavam um contrato de parceria com o meio ambiente. E hoje? Com tanta engenharia avançada, as cidades não passam de corpos estranhos e invasoras do ambiente! Desorganizadas, elas poluem rios e matam as matas, trocam o azul do ar pelo cinza das combustões! Se os políticos nordestinos tiravam proveito das secas, então que proveito há nas catástrofes catarinenses, se havia como preveni-las? Quem é o culpado: Estado, homem ou Natureza?

3 Pensadores:

Jornalista Azarado disse...

Só discordo que as enchentes são causadas pelos rios... É puramente uma obra humana... Nas enchentes, o que mais se encontra é lixo... as enchentes são culpa dos "sapiens"... Como vc bem mostrou, antigamente as civilizações tinham uma convivência harmoniosa com a natureza. Hoje, o humano se ahca dono de tudo e pode fazer o que vier na cabeça.. Vou contar um caso verdadeiro que aocnteceu no mês passado e que mostra bem o pensamento humano.

Eu estava saindo do serviço e fui para o ponto, esperar o ônibus. Começou a chover e a chuva foi ficando muito forte e as pessoas foram se ajeitando debaixo da proteção do ponto. Um cachorrinho, manso, quietinho, foi se ajeitar debaixo do ponto, quando foi "espantado", enxotado dali e tebe que ficar debaixo da tempestade. Havia pouca gente no ponto, havia espaço pra todos e pro cachorro, mas, por que ele foi expulso? por que ele não pode se abrigar também da chuva? isso é justo?

O humano só está pagando o preço por ser tão inconsequente e tão idiota, ignorante, sem inteligência....

Su disse...

Que texto maravilhoso e bem colocado, mas na minha humilde opnião eu acho que o grande problema das enchentes é o desmatamente, a poluição e o homem contribuiu muito para isso. A cada dia que passa o homem tem poluído ainda mais e com isso têm crescido o númro de desmatamento, queimadas, enchentes e muito mais. Infelizmente o homem contribui e muito para o caos que estamos vivendo!!
Beijãooo, amigos...
Saudadeees

Diogo disse...

Ótimo blog, cheio de convites a reflexão e a mudança de comportamento... precisamos mesmo cada vez mais nos conscientizarmos de nossa responsabilidade qto a natureza e sua respostas as nossas agreções. Ela responde como um sistema imunologico tentando defender a saude de seu organismo... o homem precisa ver que p/ ter um digno padrão de vida ele tem que respeitar a vida e aprender a viver, abraço e parabens pelo post!!!!!!

 
Toggle Footer
Top